E no Tucanistão do Sul… Concurso da secretaria de educação de São Paulo exige comprovante de virgindade

Diretamente do Diário do Centro do Mundo, vem mais uma pérola do Tucanistão do Sul! Luísa*, de 27 anos, nunca imaginou ter de passar por esta situação. Ela precisou comprovar, por meio de um atestado médico, que “não houve ruptura himenal” [ou seja, que não teve seu hímen rompido] para preencher um dos requisitos do concurso público da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo (SEE-SP). Ela é candidata a uma das quase 10 mil vagas para o cargo de Agente de Organização Escolar da seleção pública da SEE-SP. ……Clique aqui e continue lendo 🙂