A primeira vítima, e o péssimo jornalismo.

Foi decretada hoje a morte cerebral do cinegrafista da Band, Santiago Ilídio Andrade, que passou por cirurgias e dois dias de internação em UTI, mas, não resistiu aos ferimentos. Ele estava cobrindo uma manifestação contra o aumento das passagens de ônibus no Rio de Janeiro, no último dia 07/02/2014,  quando foi atingido por um rojão, lançado por um integrante Black Bloc. Assim, ele se torna a primeira vítima a ser contabilizada para o grupo, que notabiliza-se pelas ações violentas e destruição de patrimônio público e privado em manifestações. Dias atrás, por muito pouco ……Clique aqui e continue lendo 🙂