A Globo se defende em Nuremberg

Visto no TIJOLAÇO: Hermann Göring, ao ser perguntado pelo juiz Francis Beverley Biddle, no Tribunal de Nuremberg, se declarava-se culpado ou inocente das acusações de crimes de guerra, entre eles o extermínio de judeus, disse, simplesmente: “No sentido da acusação, declaro-me não culpado”. A Globo, na esteira do editorial onde abjura de suas ligações com o golpe militar, lançou um site Memória Globo onde, em uma área especial, pretende defender-se do que chama de “erros” e de “acusações injustas”. A visão deste site, quero confessar aos leitores, paralisou-me pelas recordações e, ……Clique aqui e continue lendo 🙂