Como os colonistas trabalham.

Dias atrás, lendo o blog Conversa Afiada do PHA, havia uma noticia sobre comentários do José Serra dizendo que o PIB brasileiro crescendo a 9% é um problema. Neste artigo, PHA comenta que:

– “Primeiro problema: no Governo FHC/Serra, o Brasil estava “funhanhado*”, disse a Dilma (pág. A6 da Folha (*) – clique aqui para ler)”

Daí, como não sabia o que era funhanhado*, procurei no dicionário online Priberam e também não achei. Então, procurei no Google. O primeiro resultado da minha busca foi uma página da Revista Veja, da “colona” do Augusto Nunes onde ele comenta um trecho de reportagem do UOL, e  destila suas críticas contra Dilma, terminando assim:

Nasceram aí, nesta entrevista, a 301ª e a 302ª entradas do vocabulário de Dilma. Pode crer que ela as repetirá Brasil afora.

Essa é a candidatura mais funhanhada* da história. Funhanhada* com a ignorância, a empulhação e a impostura.

Como sempre, o grande caçador de cretinices liquidou o assunto.

Nos comentários é que a coisa fica feia de verdade. Temos toda sorte de comentário preconceituoso e ofensivo, aos quais nem tomarei tempo. Assim, resolvi protestar a respeito, com elegância e boa educação. Pois, não concordo com insultos e preconceito contra o candidato adversário, como forma de valorizar meu candidato. Se meu candidato não vale nada, então eu tenho mais é que escolher outro, só que lá no blog ninguém pensa assim. Meu primeiro comentário, com a resposta em negrito do colonista abaixo foi:

Theles Luciano Silveira disse:

É impressionante ver como pessoas conseguem destilar tanto preconceito contra os menos privilégiados. VEJA que, ser letrado, não significa ser sábio. Minha avó, sabe ler e escrever mas não passou da 4ª Série do ginásio, entretanto, é a pessoa mais sábia que conheço. E na sua sapiência, ela me ensinou que, dinheiro não é sinônimo de boa índole, e escolaridade não é sinônimo de educação. Lendo este blog, tenho certeza absoluta que ela está corretíssima. É lamentável.

Mais um na íntegra, comentaristas do timaço. Foi o Markito quem pediu. Contemplem a cabeça de uma anta. O milicianotheles põe acento em privilÉgiados, vírgula entre sujeito e verbo e se acha letrado. Também está pensando em lançar a candidatura da senhora sua avó à presidência da República. A senhora em questão não merece um neto tão cretino. Ninguém merece. Mas a besta do Theles merece um trompaço paraibano.

As vezes uso meus intervalos no trabalho para para postar algum texto ou ler artigos e postar comentários em blogs, acho que a muitos fazem isso. E portanto, enquanto vou escrevendo muitas vezes as idéias mudam e acabo esquecendo algo para trás, já que meu computador no trabalho não tem um revisor de texto. Entretanto, o colonista Augusto Nunes, ao invés de comentar qualquer coisa sobre o conteúdo do meu comentário, preferiu criticar somente sobre a forma e alguns erros gramaticais, ofendeu-me, delirou sobre minha avó sendo candidata a presidente, ofendeu-me novamente, e ainda disse que mereço ser agredido.

Refleti alguns momentos sobre isso. E respondi que não são dignos nem que minha avó leia o blog dele, muito menos que ela fosse presidente para eles. E que se ser letrado significa agir da forma com que eles agem ofendendo e destilando preconceito, prefiro mesmo ser besta e anta, coisa que vindo deles só posso considerar elogio. Esta resposta foi postada assim:

Theles Luciano Silveira disse:

prefiro ser ANTA, BESTA …

Livre arbítrio é isso aí.

Após ler este comentário, respondi novamente, dizendo que este tinha sido o exemplo máximo de como as coisas funcionam naquele blog e na revista Veja, pois, estando aquele blog hospedado internamente na revista, só posso crer que, só seja feito algo que a revista aprove ou até mesmo incentive. E que considerava que a responsabilidade dele deveria ser maior, e que o que acontece naquele blog é realmente lamentável. O comentário publicado foi:

Theles Luciano Silveira disse:

Realmente lamentável.

Não é impressionante? Dois comentários editados e postados somente aquilo que os interessava. Agora pensem bem, se isto é feito com um comentário irrelevante, que poderia apenas tentar causar reflexão nas pessoas que utilizam aquele espaço para ofender, imaginem o que é feito com questões importantes para o Brasil e que afetam diretamente a vida das pessoas e mexe com os interesses deles? É ou não realmente lamentável?

* Até o momento, não consegui descobrir o que é funhanhado. Alguém no blog do PHA disse é o porco fuçando no chiqueiro, de cabeça baixa. Então alguém funhanhado, seria cabisbaixo.

DESINFORMAÇÃO NÃO!