Quantos acordos foram feitos em Teerã?

Gostaria que algém me respondesse:

Quantos acordos foram feitos em Teerã?

Hoje, 17/05/2010, cheguei em casa e fiquei esperando o Jornal Nacional. Fiquei pensando, será que eles falarão sobre o acordo? Ou será que apenas o ignorarão como fazem com quase tudo de importante que o governo faz? Ledo engano. Falaram sim, e a todo instante, insistiam na desqualificação do acordo. Começaram bem já com a chamada:

Irã e Turquia assinam acordo intermediado por Brasil.

A partir daí, percebi qual seria o tom da reporcagem. Minimizariam a todo custo a participação do Presidente Lula e do Chanceler Amorim. Fizeram deles quase que penetras durante a exibição da reunião, e a todo instante, tentavam mostrar que a participação foi….só uma participação. Isto durou até o instante em que passaram a falar da reação européia e em especial a americana. Neste ponto passaram a dar a importância a Lula sobre o que virá a ser com certeza, mais um tratado fracassado e não cumprido pelo Irã, e que só servirá para atrapalhar as sanções econômicas que serão impostas pelos (EUA) ONU. Arrumaram até um vice-secretário de segurança, ISRAELENSE, para desqualificar totalmente o acordo, e afirmar que Brasil e Turquia estão sendo enganados e que por trás disso tem bomba atômica(só não sei se ele falava do Irã ou de Israel…).

Fiquei um tanto atônito com tudo isso. Me senti como se estivesse assistindo à Fox News. E quando voltei ao meu estado normal, o Jornal Da Globo estava começando. Mostraram basicamente o mesmo esquema da matéria do JN,  com o mesmo vice-secretário, mas fecharam com chave de ouro. Preste atenção nisso! Botaram o Senador Sérgio Guerra para dizer que o tratado é um ENGODO, e que TODAS as sanções propostas pelos EUA(sim ele disse), devem ser seguidas e aplicadas. E ainda arrumaram um professor de relações internacionais que foi afirmar em cadeia nacional basicamente que:

1 – O Brasil não tinha nada do que se meter nessa história e que o Irã não cumprirá o acordo.

2 – Só estamos atrapalhando as sanções (dos EUA) da ONU. E que toda a Europa é totalmente favorável às sanções e que os Franceses(que sempre concordam com os EUA) apoiam a posição americana nas sanções.

3 – Se seguirmos pelo caminho do desenvolvimento nuclear, ainda que pacífico e fiscalizado, seremos alvos nucleares daqueles que tem bombas.

4 – “todo o prestígio que o Presidente Lula acumulou em 7 anos de mandato, foi jogado fora por uma questão inútil” – Palavras do especialista da Globo.

Após ouvir tudo isso, dois pensamentos vieram à minha mente:

– Será que é isto o que este PROFESSOR da USP ensina em sala de aula?

– Será que o Serra foi/é aluno dele?

Após isto tudo, fiquei seriamente confuso, e cheguei  a considerar a possibilidade de que o Brasil, representado pelo seu Presidente,  participar de uma negociação de paz e comércio com um país fechado a quase todo o resto do mundo ocidental, está completamente errado e deveria mesmo é deixar que eles se explodam pra lá.

– Será que estou assistindo à FOX NEWS? – pensei – Defesa do interesse imperialista americano assim, só pode ser visto por lá…ou não…

Meio atônito novamente, sintonizei na Band e para minha surpresa, Boris Casoy noticiava um acordo totalmente diferente do da Globo. Dizia que o Brasil, através do governo Lula atingiu uma importante vitória diplomática ao conseguir que o Irã, assinasse um tratado intermediado com a Turquia, no qual o Irã concorda em entregar 1.200kg urânio 3,5% em troca de120kg de urânio enriquecido à 20%. Mostrou que com isso as sanções propostas pelos EUA na ONU se enfraquecem e que na Europa houveram muitos elogios aos esforços de Brasil e Turquia, mas que estes foram cautelosos devido ao histórico de descumprimentos do Irã. Pra fechar, mostrou um especialista em segurança e relações internacionais da UnB, dizendo que foi um acordo muito importante para a diminuição das tensões no oriente médio, e que se o Irã cumprir este acordo, uma nova rodada de negociações está aberta e uma chance à paz foi dada.

Agora, vem a pergunta do título: Quantos acordos foram feitos em Teerã? Caso tenha sido só um, qual vale então, o da Globo ou da Band?

O que a Globo esqueceu de dizer ou omitiu, é que, nas páginas da Presidência do Irã e do Aiatolá Supremo, dá-se crédito quase que exclusivo pela assinatura ao Brasil e ao Presidente Lula em especial. Deixa claro a importância da Turquia, mas apesar de não dizer, deixa claro que sem o Brasil, tal acordo não existiria. O link da presidência iraniana: http://www.president.ir/en/ E do Aiatolá Supremo: http://www.leader.ir/langs/en/index.php

DESINFORMAÇÃO NÃO!