Estes são os integrantes do PIG

Quem faz parte do Partido da Imprensa Golpista, ou P.I.G.?

– É fácil. Hoje são muitos os membros, e quase todos pertencem à velha mídia. Mas a grosso modo, os jornais impressos diários, as revistas semanais e sites principais dos grupos Globo, Abril e alguns dos Diários Associados, as Organizações(?) Globo de Rádio/Televisão, e a Rede Bandeirantes de Rádio/Televisão. Eles servem ao único propósito de desinformar à população sobre os fatos reais.

Estes servem aos interesses mútos do PSDB, do PFL(renomeado para DEM e num futuro breve será extinto), do PPS e do PV(que aceitou o subaterno papel de laranja do PSDB no jogo da sucessção presidencial).?

O esquema funciona assim:

Como é o funcionamento do P.I.G.

Este explicativo fluxograma foi retirado do site do Paulo Henrique Amorim, o Conversa Afiada. Uma das fontes a que este blog citará  constantemente.
http://www.paulohenriqueamorim.com.br/?p=28505

O funcionamento é este aí. E o padrão é sempre o mesmo. Uma acusação vazia no plenário da câmara por um deputado de menor importância, se transforma em reportagem investigativa e denuncista na Veja(mas pode ser na Época, ou na IstoÉ, geralmente elas revezam pra não ficar muito na cara), no sábado o Jornal Nacional eleva o debate a um tom de grande repercursão, no domingo a Folha De S.P. publica matéria aprofundando o “mar de lama”(o expediente é o mesmo, pode ser o Globo, ou o Estadão revezando, mas nem sempre), e na segunda-feira os jornais televisivos matinais(nas personas de Alexandre “Maluf” Garcia e Mirian “Urubóloga” Leitão), comentarão estarrecidos e indignados os resultados das investigações.

Estas “investigações” certamente serão rebatidas pelo Governo, mas certamente não haverá, ou será mínimo, o destaque dado à resposta. Claro, desde que esta não possa ser manipulada para a geração de novos factoídes, pois caso seja, ela será usada à exaustão até que se possa acusar o Governo de censura.